Sesi/Senai

Professores do Sesi e do Senai conquistam reajuste de 8,5%

Atualizada em 21/03/2009 11:19

Os professores do Sesi e Senai reunidos em assembleia no SINPRO-SP aprovaram proposta para os acordos coletivos de trabalho 2009 que garante reajuste salarial de 8,5% a partir de 1º de março.

Trata-se de uma importante conquista porque, além da recomposição integral da inflação no período da data-base da categoria (março de 2008 a fevereiro de 2009), os professores conquistaram significativo aumento real de salário. Ao tomar como parâmetro a média dos índices inflacionários medidos pelo IBGE, DIEESE e FIPE, chega-se a um aumento real de 2,23%.

Com o reajuste, os professores do Sesi e do Senai conseguiram diminuir a defasagem salarial em relação aos demais segmentos da categoria. “Pouco a pouco, vamos mudando a situação salarial da carreira docente no sistema S. Os professores vêm registrando conquistas importantes nesse sentido”, explica o presidente da Federação dos Professores do Estado de São Paulo, Celso Napolitano.

Além do reajuste, a proposta aprovada prevê que os professores possam trabalhar por período superior a 30 horas semanais, o que garante a possibilidade de mais aulas, com a “dobra” do período. “Essa era uma reivindicação dos professores”, lembra Napolitano.

O valor do vale-alimentação e o vale-refeição foi reajustado. Veja como ficou:

Vale-alimentação
até 14 aulas: valor de face=$36,00; contribuição=$3,19
15 ou mais aulas: valor de face=$60,00; contribuição=$5,32

Vale-refeição
valor de face = $15,50. (22 vales por mês)
contribuições:
salário até $1.357,34 = $1,89
de $1.357,35 até $2.714,67 = $2,72
de $2.714,68 até $6.704,87 = $3,56
maior que $6.704,87 = $4,55

O professor que der seis ou mais aulas em um dia, distribuídas em dois períodos diferentes, receberá o vale o vale-refeição apenas no dia em que o fato ocorrer e terá desconto no vale-alimentação, proporcionalmente. Por exemplo: se dobrar o período em dois dias da semana, ganhará dois vales-refeição de $15,50 por semana (menos a contribuição que dependerá do salário), além de vale-alimentação de $60,00 descontado de $4,00 por semana (dois dias a $2,00 cada), menos a contribuição que também será proporcionalizada.

Todos os direitos previstos nos acordos coletivos de trabalho foram mantidos.