Ensino superior

Professores da São Marcos ameaçam parar, se acordo não for cumprido

Atualizada em 16/04/2009 11:33

Em reunião no SINPRO-SP, os professores da São Marcos decidiram aguardar até 20 de abril para que o salário de março daqueles que ainda não o receberam sejam pagos, assim como a diferença prevista no acordo, que também tem de ser paga agora no dia 20.

Se isso não acontecer, a partir do dia 22 de abril os professores da universidade estarão em greve.