Ensino superior

A irresponsabilidade impera na São Marcos

Atualizada em 03/06/2009 10:59

Os mantenedores da Universidade São Marcos continuam não pagando os salários, não cumprindo o acordo para o acerto dos salários atrasados, não recolhendo o FGTS, não fazendo as rescisões de contrato de trabalho, entre outras irregularidades.

Por isso, o SINPRO-SP convoca todos os professores para uma reunião na próxima segunda-feira, 8 de junho, às 14 horas, em sua sede (Rua Borges Lagoa, 170) com o objetivo de fazer um balanço geral da situação e discutir a tomada de medidas drásticas, levando-se em conta a proximidade do fim do semestre letivo.

A presença de representantes de todos os cursos e unidades é fundamental para o fortalecimento das ações a serem tomadas.