Geral

Cresce apoio a Luiza Erundina

Atualizada em 27/11/2009 16:06

Depois de receber o apoio de várias personalidades para pagar a multa no valor de R$ 350 mil a que foi condenada pelo STF, a deputada federal Luiza Erundina é alvo agora de uma campanha de solidariedade promovida por entidades sindicais. A Confederação dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino (CONTEE), com a participação de sindicatos de professores das escolas particulares de todo o país, divulgou nesta semana documento em que afirma sua disposição em obter junto à categoria que representa contribuições financeiras que ajudem a ex-prefeita de São Paulo.

No manifesto de lançamento da campanha Luiza: eu apoio você, a CONTEE recorda a trajetória pessoal e política de Luiza Erundina, destacando a integridade com que a deputada atua na vida pública desde os anos 70, quando veio para São Paulo. Erundina foi eleita para a prefeitura da cidade em 1989, derrotando caciques tradicionais da política paulista, entre eles Paulo Maluf. Durante sua gestão é que ocorreu o episódio que levaria à sua condenação pelo STF: um anúncio publicado na imprensa em apoio à greve geral de trabalhadores contra o "Plano Verão" lançado pelo então presidente José Sarney. A sentença contra a ex-prefeita, que já chegou à fase de execução, deixou Erundina numa situação difícil: pessoa de poucas posses e de vida particular absolutamente simples, a deputada corre o risco de ver seus parcos bens, entre eles o único imóvel que possui, leiloados pela Justiça, caso não consiga a soma de R$ 350 mil que foi condenada a pagar.

A campanha da CONTEE e dos sindicatos dos professores da rede privada de ensino afirma-se como suprapartidária e destaca a coerência, o idealismo e a retidão com que Erundina construiu sua imagem de credibilidade junto à opinião pública.

As contribuições, de qualquer valor, devem ser depositadas na conta 2009-5 aberta pelas entidades no Banco do Brasil, agência 4884-4. O CPF de Erundina, para os depósitos feitos pela Internet, é 004.805.844-00.