Campanha salarial

Sesi e Senai recebem pauta de reivindicações e garantem data base

Atualizada em 05/02/2020 11:19

Na primeira rodada de negociações da Campanha Salarial dos professores e técnicos de ensino do Sesi/Senai no Estado de São Paulo, realizada nesta terça-feira, 04/02, os sindicatos entregaram a pauta de reivindicaçōes aos representantes patronais. 

A pauta foi definida em assembleias, realizadas no final de 2019, em mais de vinte sindicatos que integram a Federação dos Professores (Fepesp), entidade que coordena a Campanha Salarial. As reivindicaçōes foram depois unificadas e concentradas no documento que foi entregue aos representantes patronais. Aumento real nos salários e vales alimentação e refeição, participação nos lucros ou resultados, blindagem contra formas precárias de contratação, licença maternidade de seis meses e paternidade  de dez dias estão entre as principais reivindicações.

A próxima rodada de negociação está marcada para o dia 11/02.

Data base garantida

Os representantes do Sesi e do Senai concordaram com a proposta dos sindicatos e assinaram documento reconhecendo 1º de março como a data base dos professores, o que garante que os efeitos de um futuro Acordo Coletivo vigorem sempre a partir de 1º/03. 

Tem assembleia no dia 28

Reunidos na Fepesp, o SinproSP e demais sindicatos decidiram chamar os professores e técnicos de ensino do Sesi e Senai para assembleias com falta abonada no dia 28 de fevereiro. Marque na sua agenda: no SinproSP, a assembleia já está confirmada  e o sindicato está produzindo material de divulgação e orientação aos professores.