Dissídio Coletivo

SinproSP lança programa para conferência dos salários

Atualizada em 10/03/2020 16:13

O dissídio coletivo dos professores da educação básica manteve os direitos por dois anos, até fevereiro de 2021, e definiu os reajustes para março de 2019 e março de 2020.  O reajuste de 2019 foi de 3,90%, índice que já foi aplicado por algumas escolas, como antecipação salarial. Para saber se você tem direito a receber diferenças retroativas e em que meses elas são devidas, o SinproSP fez um programa simples de usar. São necessários os holerites de março/2019 a fevereiro/2020.

Depois de ter visto os resultados, você poderá enviar ao SinproSP para que seja feita a cobrança da escola para todos os professores. Basta clicar no botão "salvar". 

Além de identificar a possível existência de diferenças salariais, os professores ficam sabendo a base correta para aplicação do reajuste de março de 2020, que deve ser divulgado até o dia 23/03.

 

CALCULADORA DO SINPROSP