Direitos

SinproSP e Fepesp entram com ação para proteger docentes em grupo de risco

Atualizada em 17/03/2020 11:48

A Federação dos Professores do Estado de São Paulo (Fepesp), o SinproSP e os demais sindicatos filiados ingressaram ontem, segunda-feira, 16 de março, com processo de dissídio coletivo no Tribunal Regional de Trabalho (TRT), para garantir que todas as professoras e professores que pertençam aos chamados grupos de risco, de acordo com as indicações da Organização Mundial de Saúde (OMS), sejam imediatamente afastados do trabalho. A iniciativa pretende proteger as gestantes, lactantes, portadores de comorbidades e docentes com mais de 60 anos dos riscos representados pela pandemia do coronavírus.