Dissídio Coletivo

Fez as contas e descobriu que a escola não pagou o dissídio de 2019?

Atualizada em 06/05/2020 22:28

As escolas de educação básica que ainda deviam diferenças salariais do dissídio de 2019 tinham até o dia 05 de maio para fazer o pagamento. O índice, de 3,9% retroativo a março do ano passado, foi determinado pelo Tribunal Regional do Trabalho.

Algumas escolas deram antecipação salarial no ano passado, mas mesmo nesses casos pode haver resíduos a receber. Também quem lecionou em 2019, mas já saiu da escola pode ter diferenças para serem pagas, inclusive nas verbas rescisórias.

Avise o SinproSP se a escola não pagou. O Sindicato irá notificar a escola e fazer a cobrança, antes de recorrer à Justiça.

A importância de conferir o salário

A correta aplicação do índice de 3,90% nos salários também é necessária porque é a base de cálculo para o reajuste de março de 2020, de 5,04%. Quer conferir? É só informar o salário de fevereiro/2019 na planilha abaixo:.

 

CALCULE AQUI OS SALÁRIOS DE MARÇO DE 2019 E MARÇO DE 2020

Informe o salário de fevereiro/2019 para conhecer os valores corretos de março/2019 e março/2020

Professores aulistas: informem apenas o valor da hora-aula.