SinproSP

SINPRO-SP solicita fiscalização da Delegacia Regional do Trabalho na UNIB

Atualizada em 24/08/2007 14:44

A Universidade Ibirapuera mais uma vez manifestou sua intransigência e autoritarismo e não apresentou proposta para resolver as irregularidades nas homologações dos professores demitidos durante a mesa-redonda realizada na última quinta-feira, 23/08, na Delegacia Regional do Trabalho (veja ata aqui).

O SINPRO-SP solicitou que o Ministério do Trabalho faça uma fiscalização na universidade e tome todas a providências para que a legislação seja respeitada e os direitos trabalhistas dos professores sejam garantidos.

A diretoria do Sindicato reitera: os professores devem procurar o departamento jurídico para abrir o quanto antes os processos na Justiça contra a UNIB, inclusive aqueles que fizeram a homologação na Câmara de Arbitragem.

Leia mais:
» UNIB: continua o desrespeito
» Ministério Público do Trabalho convoca UNIB a dar explicações
»
SINPRO-SP denuncia UNIB ao Ministério Público do Trabalho
» UNIB complica a vida de professores demitidos