Geral

Campanha condena a desnacionalização da educação brasileira

Atualizada em 07/12/2007 16:22

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino (CONTEE), entidade a qual o SINPRO-SP é filiado, acaba de lançar campanha para alertar a sociedade sobre os riscos da desnacionalização da educação brasileira.

O material informativo da campanha explica que “a venda de instituições privadas de educação superior para empresas internacionais é um crime contra a educação no Brasil. É inaceitável a ingerência de especuladores estrangeiros nos assuntos educacionais do nosso país. A educação desempenha um papel estratégico para o desenvolvimento e a soberania nacional”. E cobra do governo medidas que impeçam o avanço desse processo.

A campanha é parte do movimento Educação não é mercadoria, lançando em abril deste ano. Os professores que quiserem ajudar na divulgação da campanha podem solicitar cartazes ao Sindicato pelo e-mail imprensa@sinprosp.org.br.

Com informações da CONTEE