Ensino superior

Professores rejeitam proposta da São Marcos

Atualizada em 08/01/2009 10:42

Reunidos em assembleia nesta quarta-feira, 7/1, os professores da Universidade São Marcos rejeitaram a proposta de pagamento dos salários atrasados feita pelos mantenedores em reunião realizada com a Comissão de Professores e o SINPRO-SP. A greve continua.

A São Marcos propôs pagar todas as pendências em 12 vezes e, a partir de janeiro, os salários passariam a ser depositados normalmente todo o dia 20.

Os professores fizeram uma contraproposta: a universidade deve pagar imediatamente todos os atrasados de 2008 e o restante dos débitos poderiam ser negociados. A Comissão já encaminhou a proposta aos mantenedores e aguarda o agendamento de nova reunião.

Nova assembleia dos professores está marcada para segunda-feira, 12/1, às 19h, no campus Santa Paulina. A presença de todos é de fundamental importância para manter a força de nossa luta. Compareça. Traga seus colegas.